Como fazer corretamente a higienização de frutas e verduras

12/março
Segurança Alimentar, Vigilância Sanitária

A higienização de frutas e verduras é uma etapa indispensável no preparo de alimentos. Isso porque o meio ambiente contém bactérias, vírus e parasitas que podem contaminar os seres humanos e causar doenças.

 

 

A higienização de frutas e verduras é uma etapa indispensável no preparo de alimentos. Isso porque o meio ambiente contém bactérias, vírus e parasitas que podem contaminar os seres humanos e causar doenças.

 

Então, lavar corretamente os alimentos antes de consumi-los é uma forma de prevenção de intoxicação alimentar. Ou seja, afasta as possibilidades de se contrair doenças transmitidas por alimentos.

 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a intoxicação alimentar afeta mais de 500 milhões de pessoas. E também são milhares de casos de óbitos todos os anos em todo o mundo por esse motivo.

 

Portanto, para saber como higienizar corretamente as frutas e verduras, acompanhe a leitura!

 

Dicas de higienização de frutas e verduras

1.    Lave as mãos antes de manipular alimentos

 

Antes de tudo, é importante que você lave bem as mãos antes da higienização de frutas e verduras.

 

Essa é uma medida muito importante para evitar a propagação de doenças, seja por vírus, bactérias ou parasitas.

 

Muitas infecções corriqueiras como gripes, hepatite A e a própria intoxicação alimentar podem ser evitadas se houver a correta higienização das mãos.

 

Infecções respiratórias podem ser transmitidas pela tosse ou espirro e elas se propagam com mais frequência pelas mãos do que pelo ar.

 

As mãos estão em contato frequente com milhares de micro-organismos. Então, antes de manipular alimentos é indispensável lavá-las com água e sabão.

2.    Não use partes mofadas de frutas e verduras

 

Ao manipular frutas e verduras, se você perceber que há partes estragadas, deve retirá-las para que estejam adequadas para o consumo.

 

Mas, se o alimento estiver mofado, nem sempre é recomendável retirar apenas a parte mofada.

 

O mofo se deve à presença de fungos e, alguns deles, podem se espalhar pelas frutas e verduras mesmo que isso não seja visível a olho nu.

 

Ingerir alimentos com fungos é muito prejudicial à saúde, devido à presença de toxinas.

 

No caso de bolos e pães, o ideal é eliminar por completo o alimento se estiver contaminado por bolor.

 

No caso da higienização de frutas e verduras, pode-se eliminar a parte estragada e retirar alguns centímetros ao redor. Ao retirar o mofo, tenha o cuidado para não tocar a faca no bolor, para não contaminá-la.

 

No entanto, se o fungo estiver muito espalhado, o ideal é descartar mesmo o alimento.

 

3.    Lave frutas e verduras em água corrente

 

Lavar os alimentos em água corrente facilita o trabalho de remoção de sujeiras como terra e insetos.

 

Inclusive, é recomendado também utilizar uma escovinha para lavar as cascas em água corrente e facilitar a retirada de elementos externos.

 

Se você apenas mergulhar as frutas e verduras em uma vasilha de água para retirar a sujeira, a própria água do recipiente pode ficar contaminada por micro-organismos e a lavagem não será efetiva.

4.    Use uma solução de hipoclorito de sódio

 

Após, lavar as frutas e verduras em água corrente, faça uma solução de hipoclorito de sódio e deixe-as de molho.

 

Na higienização de frutas e verduras , a solução deve ser de uma colher do produto químico de concentração 2% para cada litro de água.

 

Coloque os alimentos na solução e deixe por 10 minutos. Depois, enxágue.

 

Outra solução comumente utilizada é o vinagre. Porém, ele não desinfeta totalmente as frutas e verduras, embora remova a sujeira.

 

Já o uso de detergentes pode ser prejudicial se restarem resíduos na superfície do alimento, caso não haja o correto enxágue.

 

Por fim, a água sanitária tem a mesma eficácia do hipoclorito de sódio na remoção de micro-organismos.

 

Porém, por ser corrosiva, pode agredir as mãos de quem faz a higienização de frutas e verduras.

5.    Seque as frutas e verduras

 

Secar os alimentos ajuda a conservá-los, principalmente se você for guardá-los na geladeira.

 

As folhas de alface, por exemplo, se não estiverem secas após a lavagem, e se forem guardadas úmidas na geladeira, podem estragar mais rapidamente.

 

Para secá-las, existem centrífugas manuais próprias, ou pode-se usar um papel toalha ou esperar que elas sequem naturalmente antes de guardá-las.

Importância da higienização de frutas e verduras

 

Os procedimentos de higienização de frutas e verduras têm por objetivo eliminar micro-organismos e também resíduos de agrotóxicos.

 

O Brasil é um país que utiliza amplamente agrotóxicos. Então, esses cuidados são muito relevantes, uma vez que eles podem causar problemas de saúde como o câncer, por exemplo.

 

Além disso, se não houver a correta higienização, podem ocorrer efeitos adversos como a intoxicação alimentar, como dito anteriormente.

 

Alguns dos sintomas são vômitos, dores abdominais, diarreia e febre. Inclusive, pode causar óbito dependendo do agente contaminante.

 

Vale lembrar que, além da higienização de frutas e verduras, é importante também o cuidado com os utensílios de cozinha.

 

Não se deve, por exemplo, cortar uma carne crua e depois cortar frutas ou legumes sem lavá-la antes.

 

 

Gostou das dicas de como higienizar alimentos? Compartilhe essas informações com outras pessoas!

Para ter uma assessoria completa da análise de procedimentos alimentícios em seu estabelecimento, entre em contato com a Controlare!

11 3828-2400 – 11 3828-0808
controlare@controlare.com.br

 

Leia também: A diferença entre Manual de Boas Práticas e POPs