Boas praticas na manipulação de alimentos

26/setembro
Boas práticas

As empresas do ramo gastronômico possuem uma grande responsabilidade. Pelo fato do negócio se tratar de um ramo que pode afetar diretamente o organismo das pessoas, ter a garantia de que o alimento preparado não faça mal aos clientes, precisa estar impreterivelmente como uma prioridade na sua rotina

Boas Práticas na manipulação de alimentos

Para que esses hábitos sejam de fato realizados pelas empresas, a Anvisa possui a Resolução RDC 216/2004 onde todos os estabelecimentos precisam segui-la que tem como um dos objetivos proteger à saúde da população através de ações de controle sanitário.

Agora, veja o que são Boas Práticas na manipulação de alimentos e como este processo funciona.  Boa leitura!


Afinal, o que são Boas Práticas na manipulação de alimentos?

São as práticas de higiene que precisam ser obedecidas pelos manipuladores de alimentos desde a escolha e a compra dos produtos que serão usados na preparação do alimento até o processo final que é a venda da mercadoria para o consumidor.

As Boas Práticas têm como objetivo evitar o surgimento de doenças geradas pelo consumo de produtos contaminados.


Quem são os manipuladores de alimentos?

São as pessoas que entram em contato, direto ou indireto, com o alimento. Esta ação pode ser caracterizada pelo processo de produção, preparação, transporte, venda, recebimento e até mesmo servir os alimentos.


Como ocorre a contaminação dos alimentos?

Antes de tudo, vamos entender o que é a contaminação. Podemos caracterizá-la como qualquer elemento desconhecido que não faz parte do alimento.

As pessoas carregarem microrganismos pelo seu corpo, o que é totalmente natural, mas, caso eles venham a fazer um contato direto com o alimento ou ainda questões como a temperatura do ambiente, instalações e até mesmo utensílios sem higienização, existe a possibilidade da transmissão destes microrganismos para o alimento.

Dessa forma, o alimento poderá contaminar todos aqueles que o ingerirem e ainda causar doenças.


Como precisa ser o local de trabalho?

Como parte do processo de Boas Práticas na manipulação dos alimentos e para que não ocorra à proliferação de parasitas no lugar, é extremamente importante manter o local de trabalho limpo e higienizado. Veja agora algumas dicas de cuidados básicos com o ambiente:

  • Mantenha o piso, o teto e a parede sem rachaduras e conservados. Evite também o aparecimento de goteiras, trincas, mofos e infiltrações;
  • As instalações (parede, piso, teto e equipamento) precisam possuir revestimento liso, lavável e ainda impermeável;
  • Os banheiros e vestiários não podem estar ligados diretamente com a área onde os alimentos são preparados e armazenados;
  • Devem existir lavatórios exclusivos e em posição estratégica para a higiene das mãos na área de manipulação;
  • Sempre após terminar o trabalho, limpar os pisos, os ralos e também as paredes da área de manipulação e processamento dos alimentos.


Como devem ser preparados os alimentos?

A preparação é uma das etapas onde a atenção precisa ser redobrada para evitar de qualquer maneira a contaminação dos alimentos. Veja agora alguns cuidados que precisam ser tomados na hora de preparar os alimentos:

  • Sempre atentar-se as características das embalagens e dos produtos para verificar se estão adequados;
  • Utilizar utensílios apropriados na manipulação;
  • Realizar a manutenção dos alimentos sobre locais apropriados como as bancadas de inox, por exemplo;
  • Não permitir que os alimentos entrem em contato com o cabo dos utensílios;
  • Manter o ambiente seco e limpo durante a manipulação.

As Boas Práticas na manipulação de alimentos são essenciais para manter a qualidade dos alimentos e a do ambiente de trabalho. Manter essas práticas como rotina evita que a empresa tenha problemas com a segurança alimentar e ainda garante a satisfação dos seus clientes.